sábado, 6 de junho de 2009

Educação Ambiental, tarefa difícil...

Em minha última postagem finalizei escrevendo que já temos algumas conquistas no setor de meio ambiente, mas que ainda tínhamos muito o que conquistar, comentei também que para realizarmos trabalhos de Educação Ambiental, necessitamos de materiais de apoio. Ontem após o cerimonial no Zoobotânico, fiz um passeio solitário e reflexivo pelo zoo, depois fui até a praça Nereu Ramos no centro da cidade, e avistei a tenda montada, comemorativa do dia do Meio Ambiente, pouquíssimos expositores, mesmo assim foi bom ter passado por lá, me deparei com algo que me deixou revoltada, e vou reclamar!
Logo de início, parei no setor da Fundema-Fundação Municipal do Meio Ambiente, este ano mesmo, encaminhei email para o órgão solicitando algumas imformações, não obtive resposta, conversando com a Jô, responsável pela biblioteca de uma das escolas na qual trabalho, pedi que ela ligasse pra Fundema solicitanto material informativo sobre Mata Ciliar, Parques entre outros temas que costumo trabalhar focando sempre o município, sim porque sei que o desmatamento na Amazônia é um problema alarmente, mas, não adianta falar do terreno do vizinho, se eu não arrumo o meu próprio quintal, vocês concordam? Então, a Jô muito prestativa, ligou para a Fundema fazendo a solicitação, e foi informada por funcionários que deveria solicitar este material somente por email, ela o fez, mais de um mês eu acho e também não obteve resposta.
Parando em frente a mesa da exposição da Fundema, dei de cara com vários tipos de folhetos explicativos os quais havíamos solicitado, nem imaginava que possuíam tantos, eles seriam extremamente úteis para todos os professores, por conterem mapas, ilustrações e informações de fácil compreensão, enfim, tudo que precisamos para realizar trabalhos e ministrar as aulas de forma mais interativa, porque os alunos adoram este tipo de material, sempre vou catando, ainda este ano, em uma farmácia havia vários folhetos sobre a dengue, pedi ao responsável se poderia pegar 40 para trabalhar o tema e que gentilmente disse, simmmmmmm pode levar.
Fiquei muito revoltada, quando vi todo o material que queria naquela mesa, mas mesmo assim, humildemente pedi se poderia levar 20 de cada, para minhas atividades em sala, resposta: Infelizmente trouxemos pouco material hoje, não é possível te dar essa quantia. Comentei que já havíamos encaminhado email para o órgão e ninguém nos respondeu, ela ficou sem jeito e me disse para passar na terça feira, porém, meu único dia livre é na sexta feira.
Pare agora e pense comigo, eu teria que ir até a Fundema para buscar um material o qual o setor de Educação Ambiental deles deveria sim entregar em todas as escolas do município? E mais, como eles montam uma exposição na área central de Joinville, que para quem não sabe, é a maior cidade do estado de Santa Catarina, possuindo mais de 500 mil habitantes, e tem a coragem de dizer que não trouxeram material suficiente?? O que é que eles foram fazer lá???Para que foi gasto dinheiro em folhetos que para mim seriam muito valiosos, se não entregam nas escolas, eu não digo nem para dar um pra cada aluno, porque seriam muitos, mais enviassem kits contendo pelos menos 40 e assim fosse possível, trabalhar e recolher podendo usá-los por algum tempo???? Saí daquela mesa sem pegar nada.
Fui para o Setor da Epagri-Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina S/A , na mesa encontrei mais materiais sobre Mata Ciliar e também um muito interessante sobre o controle de um inseto chamado borrachudo, que causa muitos probremas, mais uma vez pedi pelo menos 20 de cada, resposta: Não trouxemos material suficiente! De tanto eu chorar as pitangas, falar de Educação Ambiental, o cara me deu 5 sobre os borrachudos e 4 sobre mata ciliar, detalhe, as salas de aula tem em torno de 35 alunos. Depois fiquei pensando, eu tenho que me humilhar porque quero material para trabalhar Meio Ambiente? É uma VERGONHA!!!!
Parei na mesa da empresa Águas de Joinville-Companhia de Saneamento Básico da Cidade, um material muito bom também, folhetos, cartilhas, bem você já deve saber que fui lá rezar a mesma ladainha, resposta: Claro, pode pegar, trouxemos bastante material, que disciplina você leciona? Você pode solicitar palestras no setor de Educação Ambiental, junto com a palestra entregamos as cartilhas! Nem tudo está perdido! Trouxe uma quantidade boa do folheto que informa sobre as bacias hidrográficas da cidade, com mapa, parâmetros de qualidade da água, tratamento da água ilustrado, em breve irei solicitar a palestra e também receber as cartilhas. Outro nível! Parabéns pessoal! Clique aqui e conheça Águas de Joinville, e obrigada!
Enfim, meu caro leitor, ficou claro que existe material muito útil para Educação Ambiental, principalmente na Fundema, eu só não sei o que está sendo feito com ele ? Você já tentou procurar algo na sua cidade?
Indignada,
Daniela Lima

8 comentários:

Junior disse...

oq nao falta eh material, o problema eh o acesso a ele. mas eh bom saber q ha professoras tao dedicadas assim!

=*

Mimirabolante disse...

É amiga....eu sei como é isso.....passei por isso muitas vezes......ainda passo qd preciso pedir algum donativo......É muito difícil......estes materiais deveriam ir naturalmente tt para escolas públicas como particulares......Como vc , tbm pego folhetos....No coffee break que participei , aliás , em dois , sai cheia de folhetos para me ajudar e ao próximo......Fico INDIGNADA como vc......ainda por cima , sou Professora , e sempre fui muito dedicada como vc.....por isso , gosto tanto de visitar seu blog......vc faz grandes postagens.....é uma menina ainda......Continue , não desista.......bjcas,obrigada pelo seu carinho , sua atenção e a sua constante participação lá em casa....
www.mimirabolantes.com.br
DICA; dá para ir p/ o blog.....pelo site....rsrsrsrsrs

Tata disse...

Além disso, o que custa esse tipo de material ficar disponível em pdf na internet? Para todos?

Eloisa disse...

Prezada Daniela,
Você tem muita razão em reclamar. Este seu artigo deve servir de ALERTA e crítica POSITIVA para todos os dirigentes de instituições que trabalham as questões ambientais.
Temos no município de Joinville um acervo riquíssimo dos mais variados ecossistemas existentes, elaborados por gente nossa - técnicos de alto nível. Escrevo isto, porque os conheço na sua grande maioria e sei da frustração que sentem em saber que o material que produziram não está sendo utilizado para atendimento também da Educação Ambiental Formal.
Isto não acontecia há uns 5 anos atrás, pois lembro que quando eu atuava diretamente na área de EA, fomentava a parceria entre as instituições que encaminhavam via SEC sempre que possível, kits para todas as Unidades da Rede, com o apoio e conhecimento dos Supervisores de Geografia, Ciências e História. Também promovíamos constantemente cursos e atividades de ESTUDO DO MEIO com os professores, para reforçar na prática os conteúdos a serem trabalhados no dia-a-dia.
Na época foi atualizado e reeditado o MANUAL DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL (o primeiro foi escrito na década de 80). Mas o MANUAL, não substitui as informações atualizadas que são colocadas em folderes, que hoje são MAIS INSTRUCIONAIS do que só INSTITUCIONAIS. Um bom exemplo são as novas delimitações das nossas bacias hidrográficas, orientado pelo Eng. Dieter, bem como o documento que irá para consulta pública referente ao gerenciamento costeiro, que teve a frente o Eng. Giampaolo.
Suas reclamação ecoa há anos na boca de todos os professores que são realmente PROFESSORES. Eu passei por isto também e já estou em final de carreira (mas muito ativa ainda), ou seja, É UMA RECLAMAÇÃO QUE AINDA NÃO FOI RESOLVIDA. Isto ocorre porque não possuímos uma POLÍTICA PÚBLICA PARA A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NO MUNICÍPIO. Entra governo e sai governo aqui em Joinville e todos querem deixar sua marca e a continuidade das ações educativas são abortadas. A Agenda 21 de Joinville está engavetada, os Parâmetros em Ação – Meio Ambiente na Escola foi interrompido sem explicação, deixando na mão ainda 200 professores que esperavam para fazer o curso. Já perdi a conta de quantos projetos e programas para despoluir o rio Cachoeira foram feitos. A Política Estadual de Educação Ambiental e o Programa Estadual de Educação Ambiental nem sequer é conhecida pelos nossos dirigentes, quem dirá o ProNEA – Programa Nacional de Educação Ambiental.
A Comissão Institucional de Educação Ambiental de Joinville – CIEA/Jlle foi criada justamente para resolver definitivamente este desencontro de ações e saberes, pois tem a finalidade de atuar como um fórum permanente de discussão e avaliação na criação da política e do programa municipal de educação ambiental. O município terá uma educação ambiental mais forte e democrática. Estaremos mais direcionados nas práticas do fazer e de avaliar e o PROFESSOR que é o principal agente transformador, receber todas as informações que precisa para exercer com excelência sua missão.
Abraços,
Eloisa

Daniela Lima disse...

Junior, Monique, Natália~:
Não vou desistir não, vou lutar para conseguir todo o material existente com quantidade suficiente para trabalhar com os alunos.
O PDF é uma boa, mas, as escolas que possuem xerox só permitem 1 xerox por aluno em um mês, pois não tem condições de fornecer mais, e mesmo assim em preto e branco, daria só para um lado do folheto. Triste não, mas é verdade, por isso a importância de entregar no mínimo 40 folhetos sobre cada assunto, dessa forma trabalhamos e recolhemos, duraria um bom tempo!

Eloisa, obrigada pelo interesse e pela luta por uma educação ambiental de qualidade em nosso município, políticos falam muito, mas agem pouco!

Vamos em frente!!!

CANTO EN FLOR disse...

En tu idioma...

Sobre muito difícil que parece, quando é, decisão, capacidade, preparação e juventude, pode ser alcançado o sucesso.
E você meu beloved masterful tem aquelas qualidades que lhe distinguem gostam de ser humanas; authentic ser do ser humano e jeopardizes com seu tempo e seu planeta, assim que você não se torna fraco.
E na distância, eu emito-lhe um hug cheio grande da energia e eu estendo-lhe minha mão amigo para o decirte que se em algo mim ayudarte da lata, você não duvida em dizer a mim.

En español te digo:
Por muy difícil que parezca, cuando hay voluntad, decisión, capacidad, preparación y juventud, puede alcanzarse el éxito.
Y tú mi querida maestra posees esas cualidades que te distinguen como ser humano; un ser humano auténtico y comprometido con su tiempo y su planeta, así que no desfallezcas.
Y en la distancia, te mando un gran abrazo lleno de energía y te extiendo mi mano amiga para decirte que si en algo puedo ayudarte, no dudes en decirme.

Dário Shoüpaiwisky disse...

Adorei.
tá tudo lindo.
1abraço

Daniela Lima disse...

Recebi por email este agradecimento da Engenheira Ambiental Daniela Farias, com autorização dela publico aqui.

Boa tarde Daniela

Gostaria de lhe agradecer sobre a mensagem enviada para o nosso site e a mensagem postada em seu blog.

São situações como essa que fazem o nosso trabalho valer a pena.
Muito obrigada de coração

Daniela Finder Vilela de Farias
Engenheira Ambiental

Setor de Educação Ambiental

Companhia Águas de Joinville
Av. Coronel Procópio Gomes nº 790 Bucarein - Joinville - SC
CEP - 89202-300 | Fone 47 - 2105-1600 |

http://www.aguasdejoinville.com.br


Eu agradeço o ótimo atendimento!!!

Related Posts with Thumbnails