segunda-feira, 13 de julho de 2009

Eu ouvi “kürrrk”..“ki-ki" e vi um Frango d'Água

Em frente da Prefeitura Municipal de Joinville, corre o Rio Cachoeira o qual já citei em algumas postagens aqui. Recentemente saindo da prefeitura, escutei uma vocalização vinda do rio, fui espiar e vi esta ave, fiquei em dúvida se era Jaçanã - Jacana jacana ou Frango d'água - Gallinula chloropus, então encaminhei as fotos para meu consultor de assuntos ornitológicos o Biólogo Alexandre Grose, companheiro de IVC e ele confirmou que a espécie em questão era Gallinula chloropus, popularmente conhecida com Frango d'água.

Frango d'Água - Gallinula chloropus nas margens do Rio Cachoeira

Fazendo uma breve pesquisa sobre a espécie, lí que ela é comum em lagos com vegetação aquática e margens pantanosas. Escondendo-se ali, caso perceba algum perigo eminente. Boa de natação, dessa forma se afasta do perigo, nestas situações ela pode tentar voar de uma forma desengonçada, correndo na superfície da água com ajuda das asas, mas não se engane, é uma voadora excelente, dispersando-se à noite e aparecendo em açudes ou lagoas onde não existia. Ocorre em todo o Brasil e em quase todo o planeta, vi várias citações dela em sites portugueses.

Caminhando sobre a vegetação mais densa, caçando invertebrados, ocasionais pequenos vertebrados, embora sua alimentação principal seja de origem vegetal.
Bem, não fiz este post para entrar dentro da biologia do animal em si, caso você queira saber mais, clique aqui no WikiAves. Fiquei ali observando e notei sua agitação, não parava com o som agudo “kürrrk”, estridulante “ki-ki”, pensei o que que esse bicho tem?
Destaque nos círculos vermelhos para os filhotes

Foi então que vi e presenciei uma das cenas mais tocantes aos meus olhos nos últimos tempos, ela estava chamando os filhotes, eram 2 muito bem camuflados na vegetação e no meio daquele rio poluído, o que mais me sensibilizou, foi constatar que mesmo no meio daquela sujeira, uma mistura de esgoto e resíduos químicos, ali diante dos meus olhos vi a vida se renovando no Rio Cachoeira, somente eu parei pra ver, as pessoas passavam, me viam olhando pra dentro do Rio, fotografando, ou melhor tentando (preciso urgentemente comprar uma máquina melhor), ninguém parou para olhar comigo ou me perguntar, afinal, que quer olhar um rio podre e fedido?
Nidificações construídas na vegetação do interior do brejo, nas suas margens ou em grandes plataformas flutuantes, feitas de vegetação aquática

Todos sempre com muita pressa, acabamos por perder detalhes que poderiam nos fazer refletir, mesmo com muitos problemas, em um ambiente deteriorado, existem espécies brigando para viver, persistindo, enquando há vida, há esperança. Fiquei ali por um bom tempo, até eles se afastarem, triste e ao mesmo tempo encantada com um espetáculo que poucos dão valor, a começar pela falta de cuidado com o palco onde ele acontecia. Tanta diversidade poderia ter ali e em outras regiões se não houvesse tamanha poluição.
...kürrrk...ki-ki...kürrrk...ki-ki...o som foi ficando cada vez mais longe... a família seguiu...sobrevivendo... até quando?

Daniela Lima

7 comentários:

Junior disse...

q coisinhas mais fofas! mas o problema nao eh soh a falta de cuidado, que seria um omissão, mas sim uma agressão. o problema eh q nós agredimos o nosso maior tesouro . . .

=*

have a nice week ^^

Tata disse...

Pois é Dani! É a coisa mais estranha do mundo, a gente pára para ver uma ave, ou uma bela flor, ou uma borboleta, e ninguém repara. Eu não sei dizer o que falta, é sensibilidade ou curiosidade?

Arte&Reciclagem, ReceitasSaúde e ReciclagemdasLetras disse...

Incrivel ne! Eu cresci num bairro chamado Jaçanã e nunca tinha visto um. Parabens pelo achado.
bjs
Mi

marcia disse...

é isso, nem todos olham o rio com bons olhos...
parabens
marcia

Biosfera disse...

Muito interessante e que legal as imagens. Nossa natureza é muito exuberante, espero que ela se mantenha e sobreviva para nossas futuras gerações.

Parabéns pelo blog em geral!

Espero que o nosso contribua contigo: www.biosferams.blogspot.com

Daniela Lima disse...

Junior, concordo com vc a agressão parte de nós mesmos!

Natália, acho que falta os dois, sensibilidade, curiosidade... muita correria, acamos perdendo muita coisa do nosso dia a dia.

Art&Reciclagem, para vc ver, nem conhecemos nossos próprios tesouros, mas nunca é tarde para isso!

Marcia, é isso, devemos olhar o rio com todos os nossos sentidos!

Biosfera, obrigada pelo comentário e pela visita, adorei o blog de vcs, estou add nos meus recomendados!

Sarah Crysthina disse...

Parabéns...

Sei bem o que é isso algum tempo atras fui a uma cidade no interior de São Paulo e na volta passei por lavrinhas, avistamos uma ponte bonita e resolvemos tirar algumas fotos ali. Para nossa sipresa passou um senhor e nos mostrou um JACARÉ no Rio Paraíba do Sul o qual a ponte passava por cima. Fiquei maravilhada acho muito lindo a natureza se interagindo com as nossas cidades. Muito legal um jacaré ali na nossa frente no final das contas fomos para a margem do rio a uma distancia mais ou menos de 3 metros tirei foto filmei muitooo legal... Fiquei maravilhada com a cena. Está de parabens Daniela!

Também tenho um blog onde defendo o meio ambiente se puder da uma olhadinha la http://conhecendoonossomundo.blogspot.com/

Vou postar as fotos e os videos muito em breve! Se gostar do blog acompanha ela para que vc possa ver o video tenho certeza que vai gostar!

Abraço...

Está de Parabens!

Vou votar no seu blog no topblog vc merece

Related Posts with Thumbnails