terça-feira, 28 de abril de 2009

Dicionário BioAmbiental - Ecoturismo e Ecoviagem

Ao longo da minha vida acadêmica e até os dias atuais, sempre adquiri livros ligados a área Biológica e Ambiental, hoje olhando para eles, tive a idéia de criar no blog o Dicionário BioAmbiental para esclarescer e discutir termos da área com o público em geral, não usarei de ordem alfabética para isso, farei conforme achar relevante no momento. Para inaugurar a série começarei com ecoturismo e ecoviagem.
ECOTURISMO - Setor do turismo especializado em viagens para locais onde a natureza ainda se mantém em estado selvagem. As áreas que possuem uma atração natural única frequentemente centralizam suas economias em torno daquelas pessoas que desejam pagar para ver ou participar dessas atrações ou atividades. As regiões que se desenvolvem a partir do ecoturismo devem administrar seus recursos naturais de forma rigorosa, para evitar que os turistas destruam a atração que vão ver.
ECOVIAGEM - Viagem em que a consciência ambiental é o foco principal. As atividades variam: puramente educacionais, como estudar ecossistemas ou povos nativos. como também expedições fotográficas a hábitas exóticos, ou aventuras emocionantes como canoagem, montanhismo. Hoje existem empresas especializadas neste tipo de serviço.
--------------------------------------------------
Falando no geral sobre estes dois termos, acho estes setores promissores, contribuem para o desenvolvimento econômico e sustentável das cidades a serem exploradas pelo ramo. Geram empregos e contribuem para a preservação ambiental, pois são justamente Áreas Preservadas que este tipo de turista procura, nosso país tem muitas regiões que suportam este setor. As pessoas querem relaxar, aliviar o estresse, estes locais sempre são os mais indicados para renovar energias. Todavia estes empreendimentos devem ser fiscalizados para evitar construções indevidas de hotéis, pousadas que podem causar impacto ambiental negativo ao meio, ou seja, manejo inadequado.
Muitas áreas que deveriam ser preservadas, sofreram com a especulação imobiliária, um exemplo disso são as RESTINGAS, que foram devastadas por loteamentos, condomínios de luxo, shopping, restaurantes, todo mundo que ficar de frente pro mar.
Existe também a necessidade de práticas de Educação Ambiental para que as pessoas fiquem cientes de suas atitudes e saibam como se comportar nestas áreas. Por exemplo, sempre que faço uma saída de campo com meus alunos para parques ambientais e afins, antes de mais nada, desenvolvo um trabalho sobre regras de boa conduta para preservação do ecossistema a ser visitado, explicando por que elas são necessárias, depois os questiono se eles acham justas as normas estabelecidas, todos acabam concordando e achando justo.
Tenho obtido sucesso, nos locais visitados não tem ficado lixo e nem há depredação .
Esclarescer que durante a visita só podemos DEIXAR MARCAS de pegadas, TIRAR fotos e LEVAR conosco somente boas lembranças, é fundamental para a atividade de Ecoturismo.

O Brasil é dotado de ecossistemas diversificados, cada qual com seu encanto, deveria explorar mais esse ramo, conter as queimadas e investir no turismo ambiental, ajudando assim muitas famílias que vivem nessas regiões!

Daniela Lima

DASHEFSKY, H. S. Dicionário de Educação Ambiental: Um guia de A a Z. São Paulo: Gaia. 2001, 313p.

3 comentários:

Junior disse...

amo ecoturismo, mas ainda nao fui em uma ecoviagem. agora estou curioso, com vontade de ir em uma! =P

Mimirabolante disse...

Que delícia.......

Agroecologia no CEPARL disse...

òtimo!
Tenho a lhe dizer que também ja estou captando algumas idéias aqui no seu blog, que aliás é muito bom.
Quanto a ecoturismo e ecoviagem já fiz várias. Por aqui gostaria de indicar a travessia Petrópolis Teresópolis no Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Uma das poucas oportunidades de ver uma área de Mata AtlÂntica intocada a uns 10 mil anos.
Um abraço e parabéns!

Related Posts with Thumbnails