segunda-feira, 27 de abril de 2009

Nossos Rios...

Talvez muitas pessoas que estejam acessando esta página acabem encontrando alguma familiaridade com a imagem em destaque do tipo: Eu já não vi este rio antes? Não porque tenha visto especificamente ele, e sim pelo fato de que em muitas cidades de nosso país, essa paisagem é comum e infelizmente acabamos nos habituando a ela.
Pois bem, o curso d'água em destaque é o rio da minha cidade natal, Joinville/SC, chamado Rio Cachoeira, é essa imagem que tenho dele desde de criança, sempre o vi desta forma, mas como todos os rios nesta situação, ele nem sempre foi assim. Antigamente havia a circulação de barcas que escoavam a produção da cidade, podia-se nadar nele, pescar e até clube de regatas existia na região. Foi por meio dele que chegaram em Joinville os primeiros imigrantes europeus, principalmente de origem alemã e suíça.
A nascente do Cachoeira, a qual ainda não conheço, se localiza no bairro Costa e Silva e Vila Nova, e deságua na Lagoa do Saguaçu, num percurso de aproximadamente 14 quilômetros. Seus afluentes pertencem exclusivamente a Joinville, uma área de cerca de 92 quilômetros quadrados e sua bacia é toda inserida na área urbana da cidade, apresentando alto índice de poluíção orgânica e química.
Praticamente não existe rede de coleta e tratamento de esgoto em Joinville, então adivinhem para onde ele vai? A poluíção química é causada pelas indústrias que não possuem ETe-Estação de Tratamento de Efluentes, lançando esses agentes diretamente no rio. Além disso parte da população joga tudo quanto é coisa dentro dele, garrafa, sofá, bicicleta, boneca, saco com lixo, etc, etc, etc, ah, e ainda tem o assoreamento! Agora bata tudo no liquidificador, mistura boa não?!
Em 2001 anunciou-se a salvação do rio, sua despoluíção por um sistema chamado Flotflux que alegria, porém de nada adiantou resumindo a conversa as estações deste sistema foram embargadas e lá se foi o dinheiro público, junto com a m... rio afora (entenda o caso: http://www.gazetadejoinville.com.br/geral_166-7.htm).
Mesmo com toda essa confusão, a população não perdeu a esperança, como diria Martin Luther King: I have a dream ... (Eu tenho um sonho...) e em agosto de 2008 foi fundado o IVC-Instituto de Preservação e Recuperação da Biodiversidade de Joinville e Região – Viva o Cachoeira, formado por voluntários, ambientalistas com o intuito de promover uma campanha de adesão da sociedade para proteger as bacias hidrográficas da região e os seus ecossistemas e é claro ver o rio vivo novamente. Mesmo com o barco andando, embarquei junto com eles, tem vaga pra você nesse barco também! Conheça o IVC www.institutocachoeira.org.br.
Sonhamos um sonho possível, veja o que aconteceu na Coréia do Sul http://www.institutocachoeira.org.br/noticias.html .
E foi pegando carona nesse barco que hoje, aos 33 anos estou descobrindo as diferentes faces deste rio, em breve estarei mostrando para quem passar aqui... Gostaria de conhecer o seu rio também!




Navegar é preciso, conhecer é preciso, espero você aqui neste mesmo cais !


Daniela Lima

3 comentários:

thaisa disse...

Gostei muito da matéria do Rio Cachoeira, seria de grande valia se todos manifestassem esta preocupação com a natureza e em especial com a água que nada mais nada menos é a nossa fonte da vida. Um rio que foi cenário da imigração da cidade não pode terminar dessa forma trágica como se encontra. Parabéns pela iniciativa e espero que consiga apoio externo para mudar esta realidade.
thaisa

Junior disse...

durante a guerra do vietnã, os norte-americanos jogavam na selva uma substancia quimica chamada agent orange, para destrui-la, tornando mais facil caçar os "rebeldes". mas tiveram q parar por que estava tendo efeitos na população. a fabrica q produzia esta substancia (q era sediada na cidade em q eu morava) fechou e jogaram todo excesso no rio Passaic River. desde q lembro, o rio era a coisa mais poluida q eu podia imaginar (soh fiquei sabendo dessa historia depois), mas um professor me falou q quando era criança ele nadava no rio, pescava e td. meu poeta preferido sempre descrevia o rio nos contos e poemas dele, mas quando eu olhava o rio, parecia algo totalmente diferente =/

Daniela Lima disse...

Thaisa, obrigada pelas palavras, esperamos sim mobilizar governo, sociedade, entidades privadas para que apoiem e ajudem a recuperar o Rio Cachoeira.

Junior, obrigada pelo depoimento, certamente os EUA beberam do veneno que fizeram para os outros tomar!

Related Posts with Thumbnails