terça-feira, 19 de maio de 2009

De carona no Beagle com Darwin...

Este ano, consegui um material diferenciado para falar das Teorias da Evolução dos seres vivos, deixei de lado os livros didáticos e consegui fontes alternativas, que despertassem maior interesse.
A evolução é o processo de transformação pelo qual passam os seres vivos através dos tempos, este processo acarreta a extinção de algumas espécies, mas proporciona também o surgimento de outras, isso ocorre desde que a vida surgiu no planeta.
No sétimo ano do ensino fundamental, explicamos a Teoria de Lamarck, Lei do uso e desuso, e damos ênfase para Teoria da Seleção Natural de Charles Darwin e Alfred Wallace reconhecida até os dias de hoje, com algumas alterações, pois os estudos de Mendel sobre genética foram divulgados mais tarde.
Pela Seleção Natural, o ambiente atua nos seres vivos como um fator selecionador, indivíduos com características "favoráveis" tem mais chance de sobreviver e se reproduzir, enquanto os seres com características "desfavoráveis", tendem a ser eliminados por não possuírem dispositivos necessários para viver naquele ambiente.
Encontrei uma história em quadrinhos da Turma da Mônica(foto1) que explica as duas teorias que citei de forma simples e muito bem ilustrada, facilitando assim o entendimento.
Dei destaque à vida de Charles Darwim, e depois da leitura de um texto, foi feito um resumo ilustrado, sobre sua viagem no Beagle, livros publicados, observações e conclusões.
Durante este processo e até hoje, os alunos sempre comentam reportagens ou artigos que leram ou viram a respeito de Darwin, e um deles me indicou a Revista Ciência Hoje das Crianças que ele havia lido em uma aula de leitura da disciplina de português na biblioteca, pedi que ele fosse buscar pra mim.
A tal revista era comemorativa dos 150 anos do livro "A origem das espécies"(n.194-09/2008 ) e trazia diversos fatos sobre a vida do naturalista na infância, adolescência e como adulto, dela tirei informações que estão no Post Darwin - Entre o amor e a viagem, desde então, vira e mexe tenho lido alguns artigos da revista para eles.
Nesta revista também encontrei um jogo, chamado De carona no Beagle, onde os participantes são convidados a embarcar com Charles Darwin e acompanhar o trabalho dele a bordo do navio e em suas paradas. É fantástico, eles enjôoam na viagem, encontram fósseis, descobrem o encantamento do cientista pela Bahia, passam pela Patagônia, Ilhas Galápagos, observam as diferenças de bico dos tentilhões em cada uma das ilhas, seguem para Nova Zelândia e Austrália ... O desafio é ver quem consegue retornar primeiro à Inglaterra para contar a novidades.
Preparei 8 tabuleiros para que eles jogassem com os amigos, um sucesso, aprenderam brincando durante a aula toda.
Talvez se o Raul, esse menino da foto, não tivesse aprendido e se interessado por Darwin durante as aulas a revista teria passado batida e este momento com eles não teria acontecido.
Falei e falo ainda sobre Darwin para alimentar os sonhos deles, dar bons exemplos de dedicação necessários em qualquer profissão que eles venham a seguir, bem como, estimular o respeito pela natureza e suas diferentes formas de vida.





Sementes são plantadas, a qualidade do fruto depende, da forma com que as regamos!

Daniela Lima

EM Dr Sadalla Amim Amin Ghanem

2 comentários:

Junior disse...

eh muito produtivo esse modo de ensino. os alunos ficam interessados, se divertem e ainda aprendam! e o tema eh super importante. parabens, Dani!

=*
-Jr

CANTO EN FLOR disse...

Definitivamente que la calidad de la fruta depende de cómo se cultive; y me encanta la entrega y el cariño que le imprimes a tus proyectos con los niños, estoy segura que con muchos docentes como tú, otro gallo cantaría a nuestro planeta!
Felicidades maestra Dani, y gracias por estas muestras de docencia plena y feliz!

Related Posts with Thumbnails